| Publicado em: 05/10/2017

Metalúrgicos referendam pauta em defesa da Convenção Coletiva

A cada dia os metalúrgicos de Osasco e região deixam claro que não vão abrir mão de seus direitos. Prova disso que desde a semana passada, durante uma serie de assembleias, a categoria tem referendado a pauta de reivindicação da Campanha Salarial, aprovada em 23 de setembro na sede do Sindicato, quando a categoria aprovou a a realização de assembleia permanente.

A pauta defendida pelos trabalhadores é uma pauta de resistência. Além da renovação da Convenção Coletiva, ela inclui 19 reivindicações que visam defender os direitos já conquistados da reforma trabalhista. Entre eles: garantir que acordos e a Convenção Coletiva sejam negociados e só assim tenha mais valor que a legislação vigente; proibir contrato individual e trabalho intermitente, previsão de uma contribuição para a manutenção do Sindicato enquanto instrumento de luta, entre outras.

Toda defesa aos direitos se faz necessária porque mesmo com a reforma trabalhista, o setor de Autopeças, por exemplo, tem pressionado para retirar direitos históricos da nossa Convenção Coletiva. “Os patrões vão vir para cima para que a pauta deles seja atendida, por isso a mobilização da categoria é fundamental para defendermos nossos direitos”, enfatiza o secretário-geral do Sindicato, Gilberto Almazan.

Pressão – Durante as assembleias, os metalúrgicos também podem participar do abaixo-assinado para a criação de uma lei de iniciativa popular que visa derrubar a reforma trabalhista. São necessárias 1,5 milhão de assinaturas para pressionar o Congresso Nacional a rever a reforma. Além disso, é importante a categoria fortalecer ainda mais o Sindicato, participando das atividades, assembleias e fortalecendo a sindicalização

© 2015 · Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região. Todos direitos reservados.

Rua Erasmo Braga, 307 - CEP 06213-008 - Presidente Altino, Osasco - SP - Brasil - Fone (11) 3651-7200 / Whatsapp (11) 96078-0209