| Publicado em: 08/11/2016

Assembleia aprova reajuste para grupos 2, 3 e estamparia

As propostas negociadas com os grupos 2 (máquinas e eletroeletrônicos), 3 (autopeças) e estamparia que incluem a garantia da reposição da inflação e da renovação dos direitos da Convenção Coletiva foram aprovadas pela maioria dos metalúrgicos presentes na assembleia realizada na sede do Sindicato, na sexta-feira, 4.

O valor da inflação dos últimos 12 meses deve ser conhecido nos próximos dias, quando o IBGE (Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgará o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). A aposta dos economistas da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo é que a inflação fique entre 8,5% e 8,7%.

Com o grupo 2, a negociação inclui a reposição da inflação também em 2017. Além disso, garante o pagamento de 6% em janeiro de 2017 e o restante (dependendo do INPC), em março de 2017. Piso salarial e teto também serão corrigidos pela inflação. As empresas que não aplicarem reajuste retroativo a 1º de novembro devem pagar abono de 20%.

No caso do grupo 3, foi fechado um reajuste de 8%, que deverá ser pago em janeiro. Já o abono é de 32%, contemplando a diferença do índice de inflação. Piso e teto também ficarão 8% maiores. Para os companheiros que trabalham em estamparias, também está garantido a reposição, com pagamento de 6% em janeiro e 20% de abono.

Os valores colocam os metalúrgicos do Estado de São Paulo dentro do reduzido grupo de categorias que garantiram ao menos a inflação em suas campanhas salariais. No primeiro semestre, só 37% das categorias alcançaram esse resultado, de acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos). “Pela situação do país, são propostas aceitáveis”, analisou um companheiro da Prodec.

Racha – Já o grupo 19-3 está rachado. Somente os grupos Siamfesp (artefatos de metais não ferrosos), Simefre (equipamentos ferroviários) e Sinafer (ferramentas) acompanharam o formato das propostas dos demais grupos, ou seja, 6% de reajuste em janeiro e a diferença a ser paga em abril de 2017. Além de abono de 20% e correção do piso e do teto pela inflação.

Os demais sindicatos do 19-3 (setores de trefilação, laminação, refrigeração,esquadrias, metais ferrosos), Fundição, Grupo 10 (lâmpadas, material bélico), Sindirepa (reparação e acessórios de veículos, Sindimotor (motores) ou não fizeram propostas ou apresentaram propostas rebaixadas. Por isso, a assembleia aprovou o encaminhamento de luta nas empresas destes setores.

tabela-acordos-2016

© 2015 · Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região. Todos direitos reservados.

Rua Erasmo Braga, 307 - CEP 06213-008 - Presidente Altino, Osasco - SP - Brasil - Fone (11) 3651-7200 / Whatsapp (11) 96078-0209

Warning: include_once(analyticstracking2.php): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/wp-content/themes/profitmag/footer.php on line 107 Warning: include_once(): Failed opening 'analyticstracking2.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear:/usr/share/php') in /var/www/html/wp-content/themes/profitmag/footer.php on line 107