| Publicado em: 21/02/2014

Após acidentes, JL Capacitores é autuada por irregularidades

A JL Capacitores, em Tamboré, recebeu 11 autuações, após fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego feita a pedido do Sindicato. A inspeção ocorreu para analisar os acidentes de trabalho sofridos por um companheiro e uma companheira, em 2013. A fiscalização aconteceu em agosto, mas o Sindicato só teve acesso ao relatório nesta semana, o teor do documento foi passados aos metalúrgicos em assembleia realizada nesta sexta-feira, 21.\r\n\r\nAs autuações dizem respeito a questões como: deixar de capacitar os trabalhadores para operar as máquinas; irregularidades na Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes); falta de dispositivos de prevenção em máquinas, entre outros.\r\n\r\n

bbblbbbr
9.jpg
6.jpg
7.jpg
3.jpg
2.jpg
1.jpg
4.jpg
5.jpg
\r\n\r\nA primeira vítima da falta de compromisso da empresa com a saúde e segurança foi o companheiro Gerson Moreira de Souza. O acidente ocorreu em 10 de junho, quando operava uma prensa, que prendeu e fraturou seus dedos indicadores. Oito meses depois, Souza carrega as marcas daquele dia. “Meus dedos ficaram tortos, e ainda sinto dores”, revela.\r\n\r\nAlém disso, o companheiro se sente desrespeitado. Ele conta que a empresa prestou o socorro, mas o deixou sozinho no hospital. “Senti-me largado. A empresa não teve consideração comigo”, desabafa.\r\n\r\nAtualmente, o metalúrgico atua numa função que exige menos esforço físico. Mas, antes disso, quase teve que descarregar um caminhão.\r\n\r\nPor um fio – Iolanda Daniel da Cruz Silva sofreu um acidente de trabalho, no mês seguinte ao do companheiro Souza.  Quando a trabalhadora foi vitimizada, o Sindicato já havia pedido fiscalização à Gerência, em decorrência do ocorrido com Souza. No entanto, ela só aconteceu, quando Iolanda já havia perdido um pedaço do dedo. \r\n\r\nCom o acidente veio o afastamento do trabalho, e mais tarde a recuperação. Os dias que sucederam o acontecido não foram fáceis para Iolanda. “Foi desagradável. Fiquei traumatizada, mas tive que voltar ao trabalho”, explica. \r\n\r\nA volta de Iolanda à fábrica também não foi nada fácil. “Não queria voltar, fiquei insegura”, revela, com a mão dentro do bolso do jaleco. Diante do resultado da fiscalização, a companheira avalia que a postura da JL Capacitores foi inadequada. “Foi uma falta de responsabilidade”, avalia.\r\n\r\nPara o diretor do Sindicato, Alex da Força, “as empresas precisam cumprir as normas de segurança. É preciso valorizar a vida dos trabalhadores, pois a falta de segurança no trabalho pode deixar cicatrizes para a vida toda”. 

© 2015 · Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região. Todos direitos reservados.

Rua Erasmo Braga, 307 - CEP 06213-008 - Presidente Altino, Osasco - SP - Brasil - Fone (11) 3651-7200 / Whatsapp (11) 96078-0209

Warning: include_once(analyticstracking2.php): failed to open stream: No such file or directory in /var/www/html/wp-content/themes/profitmag/footer.php on line 107 Warning: include_once(): Failed opening 'analyticstracking2.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear:/usr/share/php') in /var/www/html/wp-content/themes/profitmag/footer.php on line 107