FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Acordos salariais de 2014 têm aumento real maior

Por Auris Sousa | 31 mar 2015

O Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) acaba de divulgar os resultados das negociações dos reajustes salariais em 2014. Apesar de a economia começar a mostrar sinais de desaquecimento, o aumento real médio (acima da inflação) conquistado pelos trabalhadores no ano passado foi maior que o conseguido em 2013. Segundo o estudo, em relação à inflação medida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 92% dos reajustes analisados tiveram aumento real. A média dos aumentos reais concedidos ficou em 1,39%, superior a 2013, quando foi de 1,22%.

Entre os setores, o Comércio apresentou o melhor desempenho: 98,2% das unidades de negociação tiveram ganhos reais. Na indústria, 90,9% dos reajustes ficaram acima da inflação e nos Serviços, 89,2%. Em relação a 2013, houve melhora nas negociações dos três setores.

Em todas as regiões do território nacional, predominaram reajustes acima da inflação. O maior percentual (93,6%) é do Sul e os menores, do Norte e Centro-Oeste (89,6% e 89,8%, respectivamente).

O estudo do Dieese analisou 716 unidades de negociação. O bom resultado foi conquistado mesmo em um cenário de inflação mais alta e de baixo crescimento econômico, contrariando as expectativas.

CLEMENTE GANS LÚCIO
Sociólogo, diretor técnico do Dieese
(Departamento Intersindical de Estatísticas
e Estudos Socioeconomicos)