FIQUE SÓCIO!
Sindicato na Imprensa
COMPARTILHAR

Caminhada refaz trajeto da Greve de 68

Por Diario Regiao | 23 mar 2016

Uma caminhada, nesta terça-­feira, dia 29, vai refazer o trajeto da histórica Greve de 1968, que reuniu metalúrgicos e estudantes de Osasco no primeiro ato, no Brasil, contra o regime militar. O evento integra o projeto Corrida por Manoel, idealizado pelo jornalista Rodolfo Lucena para marcar os 40 anos do assassinato do metalúrgico Manoel Fiel Filho pela ditadura militar, em 17 de janeiro de 1976. Serão 40 corridas por locais que fazem parte da história do metalúrgicos e também da luta contra a ditadura. Em Osasco, a caminhada começa às 8 horas, na avenida dos Autonomistas, 896, antigo endereço da Lonaflex, que foi a segunda fábrica a aderir ao movimento iniciado na Cobrasma, em 16 de julho de 1968. Depois, os participantes vão passar pelos locais onde antes funcionavam Brown Broveri, Barreto Keller, Fósforos Granada, Braseixos e a própria Cobrasma, em um caminho que reconstrói a mobilização em cada uma das empresa. A caminhada termina com um ato em frente à sede da Cobrasma. Todo o trajeto terá a presença de militantes que construíram a mobilização e que seguiram na luta contra a ditadura. O evento conta com organização do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região.