FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Campanha chama atenção para saúde do homem e importância do diagnóstico precoce

Por Auris Sousa | 01 nov 2018

Até o final deste ano, devem surgir 68.220 novos casos de câncer de próstata, segundo estimativas do INCA (Instituto Nacional do Câncer). Quando diagnosticado em estágio inicial, a doença tem 90% de chances de cura. Por isso o Novembro Azul foi criado tanto para prevenir novos casos como para alertar a importância de fazer um diagnóstico precoce e garantir um tratamento de qualidade.

Quando o câncer de próstata em estágio inicial, a doença tem 90% de chances de cura

Os exames preventivos conta o câncer de próstata devem ser realizados anualmente: o de sangue (PSA) e o físico (retal). O exame de toque é realizado pelo médico e dura apenas dez segundos.

Na fase inicial, o câncer da próstata tem evolução silenciosa. Muitos pacientes não apresentam nenhum sintoma ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata (dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou a noite). Na fase avançada, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Tratamento – Caso a doença seja comprovada, o médico pode indicar radioterapia, cirurgia ou até tratamento hormonal. Para doença metastática (quando o tumor original já se espalhou para outras partes do corpo), o tratamento escolhido é a terapia hormonal.

A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após médico e paciente discutirem os riscos e benefícios de cada um.

O Sindicato orienta os companheiros a terem hábitos saudáveis e fazer os exames. Além disso, exija que os exames e tratamentos sejam realizados, porque é obrigação do município e estado garantir acesso à saúde para todos.