FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Centrais sindicais, movimentos sociais e partidos entregam superpedido de impeachment de Bolsonaro

Por Auris Sousa | 01 jul 2021

Em meio à denúncia de corrupção evolvendo compras de vacinas contra a covid-19, as centrais sindicais, movimentos sociais e partidos políticos se uniram e protocolaram na quarta-feira, 30, o superpedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A ação tem o objetivo de pressionar Artur Lira, presidente da Câmara, a dar andamento no processo de afastamento.

Representantes das centrais durante entrega de superpedido de impeachment de Bolsonaro à Câmara dos Deputados

O documento é assinado por mais de 700 entidades, representando todos os segmentos da sociedade brasileira. Ele apontando 23 tipos de acusações. Entre elas: crime contra o livre exercício dos poderes, tentativa de dissolver ou impedir o funcionamento do Congresso, crime contra o livre exercício dos direitos políticos, individuais e sociais, violar direitos sociais assegurados na Constituição, opor-se ao livre exercício do poder judiciário, crime contra a segurança interna no país e descaso com a pandemia do novo coronavírus.

Ato

A entrega do superpedido aconteceu num ato político que visou chamar a atenção da opinião pública para a urgência de afastar Bolsonaro do poder. Também foi um esquenta para o 3 de julho (#3J), próximo sábado, dia em que mais uma vez, brasileiros vão às ruas para exigir Fora Bolsonaro, com bandeiras de luta urgentes, como auxílio emergencial de R$ 600, vacina para todos e todas, contra privatizações, contra reforma Administrativa e por mais empregos.

Em São Paulo, o ato vai acontecer na Avenida Paulista, em frente ao MASP, a partir das 15h. Diretoria do Sindicato estará presente! 

Leia também:

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #17

Tradutor - Translator -Un Traductor