FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Cinco motivos para você não sair de casa na sexta-feira

Por Auris Sousa | 12 jun 2019

Os motivos para não sair de casa nesta sexta-feira, 14, são inúmeras, mas vamos listas cinco grandes motivos para você aderir a greve geral contra a reforma da Previdência: 

1 –  O custo de vida vai aumentar, menos o seu benefício. Isto porque, com a reforma, as pensões e as aposentadorias não serão mais corrigidas pela inflação. 

2 – Você vai ganhar menos! Ao considerar a média de todos os salários para o cálculo do benefício, sem excluir os 20% menores como no modelo atual, a regra proposta fará o valor do benefício ser rebaixado.

Exemplo de Base de Cálculo: 

Trabalhador com 65 anos de idade e 35 anos de contribuição, em janeiro de 2019. Último salário R$ 2.304,09

Na regra atual recebe: aposentadoria de R$  2.180,72

Com a reforma da Previdência receberá: R$ 1.920,49

3 – Vai ser pior ainda para mulheres. A reforma desconsidera a dupla e a tripla jornada de trabalho que elas muitas vezes desempenham. Aumentar a idade mínima para mulheres não combate privilégios!

4 – É diferente para os militares. O tempo de serviço para eles ficou em 35 anos, recebendo 100% do que recebia na ativa. Poderão ganhar mais de R$ 30 mil, e sempre que tiver reajuste para quem está na ativa, os da reserva também ganham.

5 – Sistema de Capitalização. Com ele vai ser milhões para os bancos e milhões na miséria. Isto porque o governo para de contribuir, os patrões não são mais obrigados a pagar e só os trabalhadores terão que depositar uma parte do salário numa conta. Vai tudo para os bancos!

Qual é a saída?

Para melhorar a Previdência Social é preciso gerar empregos com carteira assinada, combater a sonegação e cobrar os devedores. O governo diz que vai economizar R$ 1 trilhão, ou seja, economizar om os mais pobres, perdoar os grandes devedores e entregar o dinheiro para os banqueiros.

Leia também: