FIQUE SÓCIO!
Campanha Salarial 2020
COMPARTILHAR

Convenção do setor automotivo prioriza contratação de pessoas com deficiência

Por Auris Sousa | 30 nov 2020

Os metalúrgicos do Estado de São Paulo conquistaram uma importante vitória para a inclusão. Isto porque, durante as negociações coletivas com o setor de autopeças, garantiram em Convenção Coletiva o compromisso de as empresas ligadas a este setor priorizarem as contratações de pessoas com deficiência, até que cumpram a Lei de Cotas.

O compromisso consta na cláusula 38 da Convenção, que tem validade de dois anos e foi assinada em 16 de novembro, pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e região, pela Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, e outros 52 sindicatos.

“Tivemos uma Campanha Salarial muito difícil, do início ao fim. Os sindicatos patronais tentaram a todo custo reduzir direitos, então, a nossa prioridade foi garantir cláusulas importantes que preservem o emprego e renda dos trabalhadores, para todos. Por isso que garantir cláusulas específicas para os trabalhadores com deficiência não era uma opção, era uma certeza desde o início das negociações”, explica Gilberto Almazan, secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, que faz parte da Comissão de Negociação da Campanha Salarial.

Na Convenção, as empresas também se comprometem a considerar os aspectos de acessibilidade quando da concepção e implantação de projetos para construção, ampliação ou reforma de suas edificações, que garanta as necessidades específicas para acessibilidade de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

“Esta cláusula é um ganho para todos. A 14ª pesquisa “Lei de Cotas – Trabalhadores com deficiência no setor” mostrou que, em 2019, mais da metade das metalúrgicas de Osasco e região cumpriam integralmente ou superavam as contratações previstas na Lei de Cotas. Garantir uma cláusula tão importante como esta, colabora para que este resultado perdure por muitos mais anos”, avalia o diretor do Sindicato Carlos Aparício Clemente, que também é coordenador do Espaço da Cidadania.

Leia também:

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #Retro 2020