FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Coronavírus: Cinco cidades da região estão na fase amarela da quarentena

Por Auris Sousa | 29 jun 2020

Cotia, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista entraram para a fase amarela da quarentena. O avanço foi anunciado na semana passada pelo governo estadual. Isso significa que mais setores produtivos poderão voltar às atividades, são eles: restaurantes bares e salões de beleza, liberados apenas para atendimento ao ar livre.

Anuncio da nova fase foi feita ma sexta-feira, 26, pelo governo estadual

Além disso, shoppings centers (com proibição de abertura das praças de alimentação), comércio de rua e serviços em geral podem funcionar com capacidade a limitada 40%, horário reduzido para seis horas seguidas e adoção dos protocolos padrão e setoriais específicos.

A mudança, no entanto, passa a valer somente a partir do dia 06 de julho, para consolidar os dados. Com exceção de Cotia, por meio do decreto 8.724, a prefeitura liberou o retorno os novos setores a partir desta segunda-feira, 29.

O avanço representa que aumentou o número de leitos disponíveis nestas cidades. Se por um lado, esta notícia é boa. Do outro lado, a preocupação com mais pessoas fora de casa aumenta, tornando-se inviável o distanciamento social.

Fase laranja

As demais cidades da região: Barueri, Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba continuam na fase laranja. Nela, shoppings centers (com proibição de abertura das praças de alimentação), comércio de rua e serviços em geral podem funcionar com capacidade limitada a 20%, horário reduzido para quatro horas seguidas e adoção dos protocolos padrão e setoriais específicos.

Parte do interior volta para alerta máximo

Alerta. Após ter o isolamento flexibilizado, grande parte do interior voltou para o primeiro estágio, a fase vermelha, considerado alerta máximo. São elas: Araçatuba, Presidente Prudente, Marília, Bauru, Sorocaba, Registro, Franca, Ribeirão Preto e Piracicaba.

Leia também: