FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Cresce desigualdade de gênero no Brasil, segundo Fórum Econômico Mundial

Por Auris Sousa | 18 dez 2018

As desigualdades entre homens e mulheres têm se intensificado no Brasil. É o que indica o novo relatório sobre gênero do Fórum Econômico Mundial, publicado na segunda-feira, 17. De acordo com o levantamento, o Brasil caiu cinco colocações e recuou para a 95ª posição.

O índice, publicado desde 2006, computa resultados de 149 países e busca analisar o progresso obtido na igualdade de gênero em quatro dimensões temáticas: oportunidade econômica, empoderamento político, nível educacional e saúde e sobrevivência.

No Brasil, a piora no ranking se deu em ralação a oportunidade econômica. Neste item, o país despencou nove posições, do 83º lugar para o 92º. Esse indicador inclui participação na força de trabalho e igualdade salarial por trabalho semelhante, item em que o país ficou na 132ª colocação, estava na 119ª um ano antes.

Também houve recuo na participação na política, o Brasil caiu do 110º posto para o 112º. O país aparece na 139ª posição quando a questão é mulheres ocupando posições ministeriais e na 126ª no que diz respeito à presença feminina no Congresso –estava na 121ª em 2017.

No que se refere a educação, o Brasil é exemplo. Ao lado de Bahamas e Colômbia, o país foi um dos três países que fechou a lacuna de gênero em nível educacional e saúde e sobrevivência. [Com informações da Folha de SP]