FIQUE SÓCIO!
Campanha Salarial
COMPARTILHAR

Com INPC definido, metalúrgicos do setor de Autopeças conquistam 11,08% de reajuste

Por Auris Sousa | 11 nov 2021

Com o resultado da inflação de outubro divulgado nesta quarta-feira, 10, os companheiros e companheiras que trabalham no setor de Autopeças garantiram o reajuste salarial de 11,08%. O índice corresponde ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) em 12 meses, do período da data-base da categoria, 1º de novembro.

Além do reajuste salarial, o acordo assinado em 5 de novembro prevê a renovação da Convenção Coletiva por dois anos e  abono salarial de 26%. Por enquanto, só tem acordo garantido com o setor de Autopeças – Sindpeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores).

“A luta é para que nos próximos dias saiam mais acordos. Até lá, as negociações continuam e não vamos aceitar propostas que sejam inferiores ao acordado com o setor de autopeças”, destaca o presidente do Sindicato, Gilberto Almazan.

O conteúdo do acordo foi aprovado pelos metalúrgicos de Osasco e região em assembleia-geral que aconteceu na sede do Sindicato no dia 29 de outubro. Ele também estabelece uma contribuição assistencial dos trabalhadores beneficiados pela Convenção Coletiva a ser utilizada na luta do Sindicato, na manutenção dos serviços e negociação coletiva em favor da categoria. As empresas devem descontar 6%, em três vezes (de 2%), nas folhas de novembro, dezembro e março de cada trabalhador, sócio e não sócio do Sindicato.

Mobilização continua

As negociações prosseguem com os demais setores. O acordo já fechado servirá como parâmetro mínimo para aprovação com os demais grupos patronais, conforme decisão tomada pelos metalúrgicos da região na assembleia-geral. Para isso, a mobilização precisa ser reforçada nas portas daquelas fábricas filiadas aos demais grupos patronais, que ainda não apresentaram

proposta.

Leia também:

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #Ed 8

Tradutor - Translator -Un Traductor