Notícias
COMPARTILHAR

Vencemos antes e venceremos novamente

Por Felipe | 03 abr 2018

Os operários enfrentam patrões abusivos desde que surgiram as primeiras fábricas e, com elas, o capitalismo industrial.  Enfrentamos jornadas de trabalho de 18h, assédio, locais insalubres e até mesmo perigosos. Mas ao longo das décadas fomos conquistando nosso espaço e nossos direitos, mostrando que juntos temos força. Infelizmente, alguns patrões não se tocaram disso e continuam com a cabeça lá no passado. Casos recentes como o da Zoppas não nos deixam mentir. Parece que os patrões não conhecem a história dos metalúrgicos de Osasco e região: somos uma categoria que nunca abaixa a cabeça.

Em 1985 aconteceu algo parecido em outra fábrica, a Same, que funcionava em Jandira. Um engenheiro foi acusado de assédio, dessa vez, sexual. A resposta das companheiras e companheiros foi imediata: greve. Se o assediador não saísse, a fábrica não produziria nada.

O desfecho dessa história é bastante óbvio, já que o patrão depende dos operários para lucrar. O engenheiro foi afastado e nunca mais voltou e os companheiros voltaram para seus postos sabendo que ninguém podia abusar de uma categoria unida e mobilizada.