FIQUE SÓCIO!
EDIÇÃO # 02
COMPARTILHAR

Movimento sindical protesta contra o desemprego

Por Cristiane Alves | 04 fev 2020

O movimento sindical enfrentou a chuva de segunda-feira, 3, para protestar contra a política econômica do governo. O ato chamou a atenção das centenas de pessoas que passavam pela Avenida Paulista para o desmonte de direitos que tem atingido cada vez mais brasileiros. A diretoria do Sindicato estava presente.

O ato é o primeiro organizado pelas centrais sindicais em 2020, em defesa do emprego, dos direitos dos trabalhadores e da indústria. Paulo Skaf, presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) foi criticado pelos sindicalistas em decorrência do apoio que tem dado ao governo antitrabalhista de Jair Bolsonaro, que, inclusive, participou na segunda de um almoço na entidade.

O presidente da Força, Miguel Torres, contestou a declaração de Skaf, que, na semana passada, disse num artigo que o país está no rumo certo e no caminho do desenvolvimento.

“Nós discordamos disso porque nós temos 13 milhões de desempregados, 16 milhões de desalentados, mais 10 milhões de subdesempregados, ataques aos direitos dos trabalhadores, ataques ao meio ambiente, ataques aos indígenas, toda a parte social sendo atacada pelo governo. Não estamos no caminho certo e queremos corrigir isso”, ressaltou Miguel Torres.