FIQUE SÓCIO!
EDIÇÃO # 6
COMPARTILHAR

Organização nas fábricas é resposta dos metalúrgicos contra ataques aos direitos

Por Auris Sousa | 12 mar 2019

A atual conjuntura de ataques exige muita reflexão e consciência dos trabalhadores. Os metalúrgicos de Osasco e região tem mostrado preocupação com as perspectivas de futuro e se comprometem a atender ao chamado do Sindicato se necessário for. Por isso que o Sindicato tem intensificado
a mobilização em frente às fábricas, diariamente dezenas são realizadas e o resultado não poderia ser melhor: trabalhadores ainda mais unidos e fortes.

Além de reforçar a luta por uma aposentadoria pública e digna para todos, os trabalhadores também estão instruídos a defender os seus direitos dentro da fábrica. A luta já rendeu conquistas e avanços para diversos companheiros, e em outros lugares falta pouco para que
a batalha seja ganha pelos trabalhadores. A luta não para. Veja as principais organizações dos últimos dias:

Organização traz avanços na Recomafe e na Feva

Na Feva, os companheiros acreditaram no Sindicato e, após assembleia, a empresa efetuou o pagamento dos salários e se comprometeu a negociar os do 13º e do abono.

Graças à organização dos trabalhadores, a Recomafe regularizou o pagamento dos salários e abono atrasados. Além disso, já iniciou a conversa com
o Sindicato para também normalizar os depósitos do FGTS.

 

PLR e Reforma da Previdência em destaque na Alka3

Os metalúrgicos da Alka3 estão de olho na PLR e vão se organizar com o Sindicato para que as negociações avancem o quanto antes. A disposição de ir
atrás da divisão dos lucros, não tira a atenção os companheiros da reforma da Previdência. Prova disso que estão organizados para lutar por uma aposentadoria pública e Seguridade Social forte para todos.

Luta na Conformetal por PLR e contra idade mínima

Junto com o Sindicato, os companheiros da Conformetal já estão mobilizados para iniciar as discussões sobre PLR. Durante assembleia, o Líder
sindical Wilson Costa explicou aos companheiros a importância da Convenção Coletiva, que garante mais direito para a categoria, já o diretor Alex da
Força se encarregou de falar sobre a proposta de reforma da Previdência do governo e não deu outra: os companheiros se mostraram contrários a
criação de uma idade mínima para, só então, o trabalhador ter acesso ao benefício. 

Trabalhadores da Vicon estão de olho na aposentadoria

Na Vicon, o diretor João Batista detalhou os principais pontos da reforma da Previdência do atual governo e seus impactos na vida dos trabalhadores.
Durante a assembleia e depois de entender os pontos negativos da proposta, os companheiros votaram contra a reforma e mostraram disposição de luta para barrar a aprovação no Congresso Nacional. 

 

Compensação aprovada na Tranter e HBZ

Em assembleia, os companheiros da Tranter aprovaram compensação e demonstraram que são contra a reforma da Previdência, proposta pelo atual governo. O diretor João Batista organiza os trabalhadores na luta em defesa de uma aposentadoria pública e digna para todos.

Já os trabalhadores da HBZ procuraram o Sindicato pelo Whatsapp (11 9 6078-0209) com o objetivo de também resolver a compensação de horas, o PLR, entre outras reivindicações. De prontidão, o diretor Everaldo atendeu ao chamado dos companheiros, que, em assembleia, aprovaram o calendário compensação. Os demais itens já estão em negociação entre Sindicato e empresa.

PLR garantida na Construmont

Na Construmont a luta dos trabalhadores já rendeu o acordo de PLR deste ano. “A organização dos trabalhadores foi decisiva para a conquista de PLR, que é melhor que o aprovado no ano passado”, explica o diretor Edson Cogo.

Pagamento em dia na Valvugás

Após cinco dias sem salário, os companheiros da Valvugás procuraram o Sindicato para reclamar do atraso. Imediatamente a diretoria atendeu ao chamado dos companheiros e após assembleia de mobilização em frete à fábrica, a empresa efetuou o pagamento. “Esta é a importância da mobilização. A organização dos trabalhadores garantiu que o atraso não se estendesse para mais dias, e, agora, estão na luta pela implantação
do plano de cargos e salários”, explicou o líder sindical Wilson Costa.

Companheiros da Ficosa conquistam PLR

Depois de várias rodadas de negociações entre Comissão de trabalhadores, Sindicato e empresa, saiu o programa de PLR (Participação
nos Lucros e Resultados) da Ficosa, que foi aprovado no dia 28 de fevereiro, em assembleia que ocorreu na frente da empresa. “Quando os trabalhadores assumem o compromisso de discutir um programa, participam da discussão, os resultados sempre são positivos”, avalia o diretor Sertório.

Comapnheiros da Ficosa aprovam PLR, durante assembleia