FIQUE SÓCIO!
EDIÇÃO # 6
COMPARTILHAR

Reforma da Previdência pode começa a tramitar na Câmara nesta 4ª; vai ter luta

Por Auris Sousa | 12 mar 2019

A proposta de reforma da Previdência pode começar a tramitar na Câmara dos Deputados na próxima quarta-feira, 14, quando o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), promete instalar a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), primeira etapa para a discussão do texto. Até lá, os líderes partidários começam as articulações para a indicação dos 66 integrantes do grupo que vai decidir se a PEC 6/19 está de acordo com a Constituição Federal.

Enquanto isto, o Sindicato organiza os trabalhadores nas fábricas, e esclarece aos companheiros o que está em jogo com a reforma. O texto propõe o desmonte da seguridade social e dificulta ainda mais o acesso dos trabalhadores à aposentadoria, com ataques ainda mais profundos às trabalhadoras. Por isso que no dia 23 de março, no Metalcamp, este tema terá destaque no debate do Março Mulher.

Companheiros da JL estão entre os metalúrgicos que são contra a Reforma da Previdência proposta pelo atual governo

VAI TER LUTA – A atividade acontece no dia seguinte do “Dia Nacional de Lutas contra o fim das Aposentadorias e por uma Previdência Social Pública”, organizado pelas centrais sindicais. Na data serão realizados atos públicos, greves, paralisações e mobilizações contra o projeto da reforma da previdência do atual governo.

O texto prevê criação de idade mínima, 62 anos para mulheres e 65 para os homens; 40 anos de contribuição para ter 100% da aposentadoria; fim da multa de 40% do FGTS para aposentados; a proibição do acúmulo de benefícios. Clique aqui e acesse a proposta completa da proposta do governo.

Clique aqui e saiba porque estas propostas são ruins.