FIQUE SÓCIO!
EDIÇÃO # 1
COMPARTILHAR

Sindicato inicia discussão de PLR em Osasco e região

Por Auris Sousa | 21 jan 2020

A diretoria do Sindicato já começou a discussão de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de 2020 na região. Neste ano, o objetivo é chegar à totalidade da categoria. Neste sentido, os companheiros da Semikron e da Sices do Brasil já deram o primeiro passo.

Diretor Alex da Força coloca PLR em votação na Semikron

Na Semikron, o acordo foi aprovado na quinta-feira, 16, durante assembleia em frente à fábrica. Já os companheiros da Sices do Brasil, garantiram o acordo de PLR de 2020 em dezembro passado, quando conquistaram a de 2019.

Companheiros da Sices do Brasil conquistaram no ano passado as PLRs de 2019 e 2020

A mobilização também beneficiou os companheiros da Kitframe, da Bitzer e da Rematec que encerraram 2019 com a PLR garantida. “A unidade e organização dos trabalhadores são fundamentais para um resultado satisfatório”, avalia o líder sindical Manguinha.  

Trabalhadores da Kitframe se organizaram com o Sindicato e fecharam PLR

Na Bitzer, oc metalúrgicos também conquistaram PLR em 2019

Companheiros da Rematec também confiaram na força na mobilização e encerraram 2019 com a PLR garantida

Sindicato fecha acordos com empresas filiadas ao Grupo 10

A organização dos trabalhadores fortalece o Sindicato para buscar os acordos por empresas ligadas ao Grupo 10, que nas negociações da Campanha Salarial se recusaram a negociar. Prova disso que os companheiros da JL Competições, Protec e Sitllux já estão com o reajuste salarial e a renovação da Convenção Coletiva garantidos.

Os metalúrgicos que trabalham na Arbame também se uniram ao Sindicato e conquistaram o reajuste e renovação dos direitos previstos na Convenção. A empresa faz parte do Grupo 10, que durante a Campanha também se recusaram a negociar.

Os companheiros da Wegflex cofiaram no Sindicato e já estão com o reajuste e com a Convenção garantidos. A empresa faz parte do grupo 19-3, que assim como o G10,
não apresentou proposta nas negociações da Campanha. Se você também trabalha numa empresa de um destes grupos, junte-se ao Sindicato e lute por seu acordo coletivo.

A diretoria mantém firme a mobilização nas fábricas e convoca os trabalhadores de empresas onde ainda não houve acordo a se organizarem junto ao Sindicato.

Reajuste em Janeiro

Graças a disposição de luta da categoria, organizadas pelos sindicatos, mais de 600 mil metalúrgicos do Estado de São Paulo têm salário reajustado em 3% em janeiro. Em novembro e dezembro, esses trabalhadores receberam abono de 6%, em duas parcelas.