FIQUE SÓCIO!
EDIÇÃO # 17
COMPARTILHAR

Centrais vão reforçar luta em defesa da aposentadoria, em agosto

Por Auris Sousa | 30 jul 2019

As centrais sindicais decidiram em 18 de julho, durante reunião, reforçar as mobilizações para ampliar a unidade e fortalecer a luta em defesa da aposentadoria. As ações vão ganhar força entre os dias 6 e 13 de agosto.

Só luta pode barrar abusos contra direito de se aposentar

No primeiro dia, 6 de agosto, é quando a Câmara dos Deputados poderá iniciar a votação em 2º turno da proposta de reforma da Previdência. Já no dia 13, as centrais organizam um novo Dia Nacional de mobilização, paralisações, protestos nas cidades e locais de trabalhos de todo o país.

Mesmo com algumas alterações na proposta, a reforma da Previdência ainda representa prejuízos enormes para os trabalhadores, por isso que o movimento sindical decidiu reforçar a luta. O mesmo vai acontecer nas portas das fábricas de Osasco e região.

Na votação do segundo turno não pode ser feita alterações no texto já aprovado em 12 de julho, mas pode ter pedidos de destaques para tirar itens. Para ser aprovada, a reforma da Previdência precisa de 308 votos no segundo turno também na Câmara e, depois, ser analisada pelo Senado. Se os senadores mudarem alguma coisa, o texto volta para a Câmara dos Deputados para ser votado novamente.