FIQUE SÓCIO!
EDIÇÃO # 17
COMPARTILHAR

FGTS no aniversário vai tirar grana do trabalhador

Por Auris Sousa | 30 jul 2019

Confira seu saldo no site ou com o app do FGTS

A possibilidade de sacar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) na data do aniversário vai deixar o trabalhador sem o fundo na hora de uma rescisão sem justa causa. A regra anunciada pelo governo Bolsonaro, no último dia 25, diz o seguinte: o trabalhador com pelo menos R$ 500 no fundo poderá retirar valores da conta; no entanto, quem fizer essa escolha abre mão de receber o saldo do FGTS na hora da rescisão.

Hoje, quem é demitido sem justa causa tem direito a multa de 40% do valor existente no FGTS e também a liberação do saldo total na conta.

Os valores que poderão ser sacados no “saque-aniversário” variam conforme a tabela ao lado. A opção pelo saque deverá ser feita a partir de outubro.

O trabalhador até tem o direito de se arrepender de sua opção, mas só depois de dois anos da mudança é que vai poder acessar somente os valores depositados a partir do 25º mês da alteração. Ou seja, não vai ter acesso àquele saldo existente quando houve aquela rescisão.

Outra mudança anunciada pelo governo é que, a partir de setembro, todo trabalhador poderá retirar R$ 500. Quem tem conta na Caixa Econômica Federal, terá o dinheiro depositado na conta automaticamente; para quem tem conta em outros bancos, será possível sacar com o cartão cidadão.