FIQUE SÓCIO!
EDIÇÃO # 21
COMPARTILHAR

Categoria prioriza defesa da Convenção Coletiva

Por Auris Sousa | 25 set 2019

Presidente Jorge explicou vantagens da Convenção sobre a lei

Os metalúrgicos de Osasco e região aprovaram a pauta de reivindicações da campanha Salarial no sábado, 21, em assembleia no Metaclucbe. A pauta contempla reivindicações já apresentadas em outros anos e também contribuições dos metalúrgicos de Osasco e região, que se reuniram em seminários em agosto, na sede e nas subsedes. 

Entre as reivindicações, estão: reajuste salarial, barrar trabalho intermitente/terceirizado, plano de cargos e salários, igualdade de oportunidades para homens e mulheres, 40 horas semanais, entre outras (leia ao lado).

A assembleia também foi um momento de os trabalhadores entenderem mais sobre os desafios e os direitos que estão em jogo nesta Campanha Salarial. “Achei muito interessante. São informações que chegam até a deixar a gente surpreso”, avaliou um companheiro da Murta. E uma companheira da JL Capacitores completou: “A gente vem pensando em salário vê que tem mais coisas [porque lutar]”.

12 mil mobilizados para defender direitos

O Sindicato fez um intenso esforço de informação e mobilização nas últimas semanas. Foram quatro dias de mutirão de assembleias, que aconteceram em fábricas localizadas em cada um dos 12 municípios da nossa base territorial, incluindo: Robert Bosch, Arim, JL Capacitores, Belgo, Metalsa, Meritor, Cinpal, Blum, Dinatécnica, Multivisão, New Oldany, Onix, Budai/ Nyaço, Wap Metal e Jandinox.

Essa foi apenas a primeira rodada de mobilização, que vai ganhar ainda mais corpo nas próximas semanas. Tudo isso para pressionar os grupos patronais a fecharem o acordo até a nossa data-base, acordo que só interessa se mantiver os direitos da nossa Convenção Coletiva e contemplar o reajuste.