FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Espaço da Cidadania leva diálogo pela inclusão a grupo GPA

Por Cristiane Alves | 23 jun 2017

A cada etapa do Diálogos pela Inclusão, o debate sobre a inclusão de pessoas com deficiências ganha mais potencial de transformar a realidade da inclusão nas empresas brasileiras. A ViaVarejo sediou na quinta-feira, 22, o diálogo em São Caetano do Sul, organizado pela OAB Subseção de São Caetano do Sul, Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Caetano e outros parceiros. Na abertura do encontro foi apresentado o programa de inclusão do grupo GPA (Grupo Pão de Açúcar).

A preocupação com a superação dos entraves a contratação de pessoas com deficiência foi a principal pauta, apontadas pelos representantes de várias Secretarias Municipais presentes e pelos participantes como um todo.

O GPA faz parte do ViaVarejo, que tem marcas como Extra Hipermercados, Assaí, Pão de Açúcar, Ponto Frio, Casas Bahia. O GPA passou a investir em inclusão recentemente, fruto de um processo de transformação interno, que também tem um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) celebrado com o Ministério Público, como motivador. Desde 2014, organiza uma ação pioneira de atração de possíveis trabalhadores, um evento no qual a empresa divulga sua estratégia de atração de novos talentos, focando nas pessoas com deficiência. O trabalho é feito em conjunto com o poder público e o resultado é a ampliação das contratações. Hoje são pouco mais de 3 mil, mas a meta é chegar nos 6 mil contratados. “Passamos a falar mais sobre diversidade, fazer inclusão sem pensar em cotas”, informou Camila Jardini, que é do setor de Recursos Humanos da empresa.

 A experiência também trouxe aprendizados que colocam por terra mitos sobre o trabalho de pessoas com deficiências. “Encontramos muitos candidatos com faculdade, cursos de idiomas. Foi uma quebra de paradigmas para nós”, revela Camila, que mostrou que cerca de 45,3% das pessoas com deficiência interessadas têm ensino médio completo e 18,5% têm ensino superior. 

Iniciativas como esta serviram como combustível para o trabalho em grupo, em que os participantes do encontro foram convidados a pensar nos maiores desafios a contratação de pessoas com deficiência e a apresentar um plano de trabalho para supera-los. A experiência acontece em todos os encontros desta primeira etapa do Diálogos pela Inclusão, que já passou por cidades como Osasco, São Paulo, São Carlos, Limeira, e ainda passará por Jundiaí e Paulínia. O próximo passo será visitas a empresas e organizações que são casos de sucesso na inclusão. O Diálogos é uma iniciativa que reúne diversos voluntários, ligados a sindicatos, empresas, órgãos públicos, escolas, entidades especializadas e pessoas com deficiência.

Veja a apresentação do coordenador do Espaço da Cidadania, Carlos Aparício Clemente, sobre o programa: