FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Março Mulher começa com assembleia na Wegflex

Por Auris Sousa | 08 mar 2019

O Sindicato iniciou as celebrações do Março Mulher nesta sexta-feira, 8, durante assembleia na Wegflex. A vice-presidente do Sindicato, Monica Veloso, ressaltou as conquistas das mulheres nos últimos anos e a importância de fortalecer a luta, a unidade contra os ataques e tentativas de retrocessos, como a reforma da Previdência do atual governo, que penaliza ainda mais as trabalhadoras.

Na Wegflex, companheiras e companheiros se unem contra o fim das aposentadorias públicas

Mônica também falou sobre a crescente taxa de violência contra à mulher que, inclusive, tem tirado a vida de muitas companheiras em todos os estados do Brasil. “O que fortalece nossa luta é informação e atitude. Não podemos nos calar diante das ameaças, tanto as que se referem ao nosso corpo, como as que se referem aos nossos direitos”, enfatizou Monica.

Para aprofundar ainda mais a reflexão e discussão sobre estes dois temas, a vice-presidente, convidou as companheiras e companheiros para participar de um debate, que vai acontecer no Metalcamp em 23 de marços, das 9h às 16h. A atividade será dividida em duas etapas. Interessadas devem se inscrever até 20 de março pelo e-mail celia.assessoria@sindmetal.org.br ou pelo Whatsapp 11 9 6078-0209. Haverá transporte da sede e subsedes até o Metalcamp.

Ainda em celebração ao mês da mulher, o Sindicato vai realizar assembleias em diversas fábricas para tratar destes assuntos ao longo do mês.

Além das ações locais, o Sindicato também vai participar de ações para espalhar mais informação sobre os direitos das mulheres para toda a população. Nesta sexta, 8, a partir das 16h, o Sindicato vai participar de ato unificado no vão do Masp (Avenida Paulista, 1578), onde as mulheres vão dizer que não aceitam uma reforma da Previdência que acaba com a aposentadoria. Elas também não vão se calar diante da triste quantidade de feminicídios ocorridos no país.

Na mídia – As diretoras têm participado de entrevista sobre assuntos associados a violência contra à mulher e a reforma da Previdência. Além disso, também vão participar de eventos fora do Sindicato para tratar deste e outros assuntos.