FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Metalúrgicos da Rayton só voltam quando dinheiro cair na conta

Por Auris Sousa | 10 set 2018

Os companheiros da Rayton já estão há 80 dias sem receber seus salários e não abrem mão de receber tudo que têm direito, como também o FGTS, a cesta básica, o vale transporte e o convênio médico. Prova disso que no dia 5 rejeitaram proposta da empresa de pagar apenas uma parte dos salários, e só vão encerar a greve quando todo o dinheiro cair na conta.

Sindicato foi com trabalhadores ao MPT buscar solução

“Os trabalhadores estão totalmente mobilizados e decididos a só encerrar a greve quando todo o dinheiro cair na conta. A proposta que a empresa fez em audiência realizada no dia 3 não agradou nada os companheiros”, conta o diretor do Sindicato Sertório Aparecido.

Luta ganha força – Os metalúrgicos das plantas de Barueri e Jandira estão na luta há mais de 30 dias. O Sindicato presta todo apoio aos companheiros, que no dia 6 teve seu caso levado mais uma vez para audiência de conciliação no Ministério Público do Trabalho, em Barueri, e participarão de uma nova nesta terça-feira, 11.