FIQUE SÓCIO!
Campanha Salarial 2020
COMPARTILHAR

Metalúrgicos fecham reajuste, abono e renovação da convenção coletiva com Autopeças (Grupo 3)

Por Auris Sousa | 18 nov 2020

Mesmo com um cenário difícil, os metalúrgicos de Osasco e região conquistaram avanços na Campanha deste ano. Na sexta-feira, 13, companheiros de diversas fábricas da região participaram de assembleia geral na sede do Sindicato e aprovaram o reajuste salarial de 4,77%, abono salarial de 9,50% e a renovação da Convenção Coletiva. Os acordos valem para os companheiros que trabalham nas fábricas do setor de autopeças.

Em assembleia, categoria aprova acordo com Grupo 3

As negociações prosseguem com os demais setores. O acordo já fechado servirá como parâmetro mínimo para aprovação com os demais grupos patronais, conforme aprovação da assembleia. Para isso, a diretoria do Sindicato vai reforçar a mobilização nas portas das fábricas, e informar todos os companheiros sobre as negociações para o reajuste salarial, que estão na reta final, mas não concluídas.

Conforme deliberação da assembleia, haverá uma contribuição, a ser paga pelos trabalhadores em três vezes (1,5% em novembro, 1,5% em dezembro e 1,5% em março) para a manutenção da luta do Sindicato.

Mobilização 

Durante assembleia, Gilberto Almazan, secretário-geral do Sindicato e presidente eleito para o próximo mandato da entidade, fez um resgate de todo o processo de organização e negociação desta campanha: “No início, a postura dos grupos era não ter reajuste e retirar várias cláusulas da Convenção Coletiva”, explica Almazan.

Jorge Nazareno, presidente do Sindicato, ressaltou a importância de a categoria manter a unidade para enfrentar os ataques e garantir acordo para os trabalhadores dos demais grupos. “Uma vitória importante foi a manutenção dos direitos sociais da convenção coletiva, que, seguramente, protege os trabalhadores da retirada dos direitos, isto porque tem mais força que a própria legislação”, enfatizou.

A Campanha dos Metalúrgicos de Osasco e região é unificada com outros 53 sindicatos filiados à Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, representando cerca de 800 mil trabalhadores, com data-base em novembro.

Leia também:

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #17