FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Ministério da Saúde suspende parceria para produção de 19 medicamentos pelo SUS

Por Cristiane Alves | 17 jul 2019

Em mais um retrocesso, agora contra a saúde pública e ao SUS, o Ministério da Saúde suspendeu as parcerias que garantiam ao SUS (Sistema Único de Saúde) a produção de medicamentos importantes, para diabetes, doença renal e mal de Parkinson. A informação é do jornal O Estado de S.Paulo.

De acordo com nota publicada pelo Ministério da Saúde, foram suspensas 19 Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDPs), que garantiam ao SUS transferência de conhecimento de laboratórios estrangeiros para os públicos nacionais que garantiam produção de medicamentos até 30% mais baratos, como revelou o jornal Brasil de Fato.

O ministério alega que as PDPs foram suspensas por: Recomendação por órgãos de controle; decisão judicial; desacordo com o cronograma; entre outros motivos. Ao mesmo tempo, o jornal diz que o governo pretende comprar os medicamentos do setor privado. Ou seja, o SUS vai perder o investimento e o conhecimento para produção dos medicamentos mais baratos e para todos e o governo vai destinar recursos públicos para comprar de laboratórios privados. Um governo que diz defender a pátria, na verdade toma medidas para deixar cada vez mais dependentes, desmantelando a indústria nacional e o SUS.

Os medicamentos afetados são:

  • Adalimumabe 

  • Etanercepte 

  • Everolimo 

  • Gosserrelina 

  • Infliximabe 

  • Insulina (NPH e Regular) 

  • Leuprorrelina 

  • Rituximabe 

  • Sofosbuvir 

  • Trastuzumabe 

  • Cabergolina 

  • Pramipexol 

  • Sevelâmer 

  • Vacina Tetraviral 

  • Alfataliglicerase

  • Bevacizumabe 

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #Retro 2019