FIQUE SÓCIO!
Gilberto Almazan
COMPARTILHAR

1º de maio: dia de luta e reflexão

Por Gilberto Almazan - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região 27 abr 2022

Em mais um ano, o 1º de Maio será celebrado em meio ao desemprego, ao arrocho salarial, a ataques aos direitos dos trabalhadores, a carestia e inflação em alta. Por isso que a data é mais que um dia de comemoração, é dia de luta, de reflexão e de reivindicação.

A Pauta da Classe Trabalhadora, aprovada na Conclat 2022, vai ganhar peso na Praça Charles Miller. Ela tem 63 reivindicações e propostas que vão orientar os debates deste dia 1º de Maio. Entres as prioridades destacadas no documento, estão: instituir uma política de valorização do salário mínimo, criação de políticas ativas de geração de trabalho e renda, implementação de um marco regulatório de ampla proteção social, trabalhista e previdenciária.

Entre as propostas, estão o desenvolvimento sustentável com geração de emprego e renda, jornada de trabalho em até 40 horas semanais e articulação de políticas de desenvolvimento produtivo com a promoção da indústria nacional, revertendo o processo de desindustrialização. O combate aos acidentes de trabalho também faz parte do documento.

A nossa Pauta é completa, você pode conhece-la no site do Sindicato. Atenção: conhecimento, debate, organização e ação são os nossos instrumentos de luta e devemos valoriza-los. Falando nisso, aproveito para reforçar a você o convite para o lançamento do livro “Rosca sem Fim”, na próxima quinta-feira, 28, na sede, às 18h. Vai ser no Dia em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. Será um importante momento de reflexão e conhecimento que vão nos ajudar a enfrentar as lutas que temos pela frente. Vamos juntos!

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #Ed 8

Tradutor - Translator -Un Traductor