FIQUE SÓCIO!
Jorge Nazareno
COMPARTILHAR

Acordos fechados, mas lutas continuam

Por Jorge Nazareno - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região 19 nov 2014

Encerramos a última semana com um saldo positivo nas negociações com os grupos patronais. Depois de as assembleias dos sindicatos filiados à Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo decidirem que iriam para a greve por empresas, se não houvesse acordo de, no mínimo 8%, os grupos patronais finalmente fecharam os acordos.

A campanha salarial deste ano se confirmou como uma das mais difíceis dos últimos anos. Mas a mobilização que construímos desde agosto deu resultado: garantimos o aumento real, o reajuste do piso salarial e a renovação das cláusulas de nossa Convenção Coletiva.

Mas, nossas lutas não se encerram com a assinatura dos acordos. Muitos itens que estavam na pauta não foram alcançados. No entanto, eles podem ser pauta das negociações diretas com as empresas. Basta, organização nas fábricas junto com o Sindicato para que consigamos, por exemplo, ampliar o número de delegados nas empresas, reduzir a jornada de trabalho em fábricas que ainda não têm essa conquista, ampliar a licença maternidade.

E, na semana em que se marca a luta pela Consciência Negra – 20 de novembro – podemos também trabalhar por iniciativas que ampliem as condições de igualdade de oportunidades para negros, homens, mulheres, jovens e pessoas com deficiência; enfim, para a diversidade nos ambientes de trabalho. Há muitos desafios a vencer, com luta e organização, sempre.

Jorge Nazareno
Presidente do Sindicato dos
Metalúrgicos de Osasco e Região
[email protected]