Jorge Nazareno
COMPARTILHAR

Brasil Metalúrgico: Unidade fundamental

Por Cristiane Alves | 13 mar 2018

O movimento Brasil Metalúrgico volta a se reunir na próxima terça-feira, 20. O movimento reúne sindicatos metalúrgicos e também de outras categorias e é uma das forças que articulam as lutas conjuntas contra a retirada de direitos.

Foi a articulação que unifica as forças dos trabalhadores que resultou no engavetamento da votação do projeto de reforma da Previdência. Vitória da pressão social, dos movimentos que organizaram os dias nacionais de luta, greve geral e muitas outras iniciativas, das quais o Brasil Metalúrgico é parte.

É preciso ir adiante porque há muitos outros ataques. A mais nova faca no pescoço do trabalhador é a sobretaxa que o governo Trump impôs a importação do aço e do alumínio para aquele país. Uma séria ameaça a milhares de postos de trabalho no Brasil. E o que o governo Temer está fazendo? Muito pouco, por enquanto só ouvimos falar em conversa. Na reunião, vamos discutir ações para pressionar o nosso governo a defender a indústria nacional, coisa que Trump está fazendo pela dele, ainda que equivocadamente.

Outro assunto fundamental é a Campanha Salarial 2018. Num contexto de forte pressão patronal sobre direitos, temos de intensificar o debate com as categorias em busca de adiantar os acordos; caso contrário, a insegurança em relação aos direitos da Convenção Coletiva vai ser um grande problema. Os encaminhamentos da reunião serão informados nos nossos canais de comunicação. Acompanhe e participe das atividades que serão divulgadas.