FIQUE SÓCIO!
Gleides Sodré
COMPARTILHAR

#CORONAVÍRUS – “Não podemos negar a gravidade da pandemia do Coronavírus (#Covid19) que assola nosso Brasil.

Por Gleides Sodré - Diretora do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região  18 mar 2020

Algumas medidas tomadas pelos governos estaduais e municipais, como a suspensão de aulas, atividades públicas e serviços públicos que não são de extrema importância, é louvável e assertiva.

Mas temos muitas duvidas ainda:

✔O que a iniciativa privada está fazendo para contribuir?

✔O chamado home office (trabalhar em casa) atinge quantas pessoas no nosso país?

✔Quantas empresas e empregadores se preocupam de fato com o bem-estar do seu funcionário?

Se observamos no detalhe, temos por exemplo famílias de classe média que estão em isolamento total, mas não dispensaram a empregada.

✔E quanto às trabalhadoras da saúde (que são a maioria), qual será a contrapartida que terão para exercerem seus plantões, enquanto cuidam de um país à beira de um colapso da saúde?

Essas mulheres não podem deixar seus filhos nas escolas, creches e nem com as avós (que são as cuidadoras de boa parte dos netos, e que não poderão fazê-lo porque estão no grupo de risco). O que está sendo feito pelos governos e iniciativa privada?

Precisamos buscar respostas para essas e tantas outras perguntas.

✔A população de rua, quais cuidados terão?

✔As famílias que vivem em situação de extrema pobreza, as famílias que moram em locais de difícil acesso aos postos de saúde?

Enquanto o presidente do país brinca de governar, nós precisamos pensar em como podemos ajudar as pessoas que têm menos condições de se proteger do que eu e você.

Políticas públicas de proteção e investimento no SUS precisam ser cobrados diariamente no nosso país.”