FIQUE SÓCIO!
Jorge Nazareno
COMPARTILHAR

De olho no Congresso

Por Jorge Nazareno - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região 30 jun 2015

A pauta do Congresso nesta semana permanece carregada de assuntos polêmicos e que, da noite para o dia, podem mudar nossas vidas, para o bem e para o mal.

O aposentado que ganha acima do salário mínimo finalmente viu os deputados aprovarem a necessária correção de seus benefícios de maneira a recompor o seu poder de compra. Isso porque os deputados aprovaram, na semana passada, a aplicação da regra de correção do salário mínimo às aposentadorias. Sem dúvidas, uma importante decisão que atende uma reivindicação histórica da classe trabalhadora, presente na pauta trabalhista.

Da mesma forma que é histórica a nossa luta contra o fator previdenciário, que reduz as aposentadorias em até 40%. Embora não seja a solução de todos os problemas, a fórmula 85/95 corrige essa injustiça. O que pode ser desconstruído se for mantida a progressividade no cálculo.

Para virarem realidade, ambas as medidas dependem da aprovação no Senado e também de o governo enxergar que o real interesse do país passa por colocação em prática de mudanças como essas.

O contrário acontece com a redução da maioridade penal. Não é mudando a idade penal que vamos resolver o problema da criminalidade, mas com educação de qualidade, trabalho para os pais, segurança social e distribuição de renda. Reduzir a maioridade é apenas tentar pegar um atalho para um caminho que é longo, mas do qual não podemos desviar.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #12