FIQUE SÓCIO!
Jorge Nazareno
COMPARTILHAR

Diálogo e luta são fundamentais

Por Jorge Nazareno - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região 11 ago 2015

A elevação no nível de desemprego entre os metalúrgicos deixa evidente o nível da crise na indústria nacional. É a mais profunda dos últimos 20 anos, sem sombra de dúvidas. O problema se arrasta há alguns anos, causado principalmente pela desindustrialização. Juros altos, câmbio valorizado, guerra fiscal são alguns dos fatores que explicam a atual situação da indústria brasileira.

Somado a isso, temos a crise política, que reflete diretamente no ritmo da economia, dos investimentos. Há também aqueles que deixam de investir não só por desconfiança, mas porque uma instabilidade econômica vem bem a calhar para os planos políticos.

É muito preocupante a situação da indústria nacional, especialmente, porque a tendência é de que em tal situação o ataque aos direitos dos trabalhadores se torna cada vez mais intenso.

Nesta quinta-feira, 13, mais uma vez a Força Sindical, CGTB e UGT se unem a Abimaq (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas) num protesto na Avenida Paulista, a partir das 10h, num grito unitário em defesa da indústria e do emprego. A iniciativa repete outras manifestações no mesmo sentido realizadas desde 2012.

A luta é fundamental. Da mesma forma que é imprescindível que o governo federal abra efetivamente o diálogo para que em conjunto possamos buscar as saídas para a indústria e o país atravessar esse momento.

Jorge Nazareno
Presidente do Sindicato dos
Metalúrgicos de Osasco e Região
[email protected]

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #12