FIQUE SÓCIO!
Jorge Nazareno
COMPARTILHAR

Na Convenção Ninguém Põe a Mão

Por Jorge Nazareno - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região 10 set 2018

“Na Convenção Ninguém Põe a Mão”, esse é o slogan da nossa luta por direitos na campanha deste ano. Ele resume qual é a nossa principal preocupação: a defesa dos direitos da Convenção Coletiva. Uma das mudanças aprovadas e que prejudica os trabalhadores é que acabou a ultratividade dos acordos, ou seja, agora se não houver renovação da Convenção até 1º de novembro, ela deixa de valer no dia seguinte. Antes, o acordo valia enquanto durassem as negociações.

Outro retrocesso é a aprovação da lei da terceirização, que permite que a precarização chegue a todos os setores das empresas, inclusive a linha de produção. Tal mudança foi reafirmada na semana passada por decisão do STF (Supremo Tribunal Federal). Contra ela, temos uma cláusula na Convenção Coletiva que proíbe terceirização das atividades fins. Se não houver forte mobilização, essa certamente será uma das garantias a serem destruídas pelos patrões.

Como se não bastasse tudo isso, ainda há a reforma trabalhista, que piorou uma série de direitos e criou formas de contratação como o trabalho intermitente, a legalização do bico.

Portanto, convocamos a todos os companheiros e companheiras a serem agentes de mobilização dentro das fábricas. Aqueles que participaram dos seminários que realizamos nos últimos finais de semana, que informem os demais companheiros sobre o que está em jogo e que estes participem das atividades do Sindicato. Vamos juntos construir a resistência! Participem todos da assembleia que irá discutir a pauta de reivindicações, no próximo dia 22. Da nossa luta depende o futuro dos direitos de cada metalúrgico e o futuro da categoria.