FIQUE SÓCIO!
Claudio Magrão
COMPARTILHAR

Pelo avanço da Democracia

Por Claudio Magrão - Secretário Geral da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo 03 abr 2014

O Golpe Militar de 1964 completa seus 50 anos e é preciso que façamos algumas reflexões. Em primeiro lugar ressaltar o valor daqueles que lutaram contra a ditadura e até perderam a vida. Em seguida é preciso refletir sobre as entidades que se posicionaram contrárias ao militarismo e também tiveram seus princípios democráticos mutilados. Assim foi com os Sindicatos.

Com suas sedes invadidas, seus dirigentes perseguidos, presos e cassados, nossos sindicatos passaram por um longo período de intervenções e de obscuridade política. No entanto, jamais perderam sua capacidade de resistirem.

Passamos mais de 20 anos sob o regime do medo e da opressão. Por todo esse período estivemos à frente da resistência ao regime militar e presentes na retomada da democracia. Assim foi pelo Movimento da Anistia e Contra a Carestia no final dos anos 70; na luta pelas “Diretas Já!” nos anos 80 e por todos os movimentos de redemocratização. Fomos às ruas, paramos as fábricas, nos solidarizamos com outras entidades na busca da Liberdade e a conquistamos a duras penas.

Portanto, a principal reflexão que talvez devamos fazer seja essa: É preciso manter de todas as formas a democracia! É preciso não esquecer jamais que somente através do processo democrático de diálogo é que vamos continuar avançando enquanto sociedade.

CLAUDIO MAGRÃO
Presidente da Federação dos
Metalúrgicos do Estado de São Paulo