FIQUE SÓCIO!
Clemente Ganz
COMPARTILHAR

Precisamos lutar contra a desigualdade

Por Clemente Ganz - Diretor técnico do Dieese 04 fev 2020

Tem gente que diz que pobreza e desigualdade são problema dos pobres, como se eles fossem os responsáveis pelos dois males. É comum se ouvir que a desigualdade e a miséria não têm relação com a distância entre o que os pobres possuem para viver e a renda dos mais ricos. Falácia. Pobreza e desigualdade têm tudo a ver. A pobreza existe em função de um modelo que favorece a concentração da riqueza e aumenta a desigualdade. O Estado, influenciado e/ou gerenciado pelo poder econômico, contribui com isso.

Segundo a Oxfam, uma confederação de 20 organizações que trabalham em mais de 90 países, a desigualdade só aumenta. O mundo tem 2.153 bilionários, que, juntos, possuem a mesma riqueza que 4,6 bilhões de pessoas! O 1% mais rico, tem mais dinheiro do que 6,9 bilhões de humanos. A desigualdade está fora de controle.

No mundo todo, as pessoas estão vivendo mais, precisando de mais cuidados, mas governos cortam gastos da saúde, previdência e assistência social. Crescem os efeitos da crise ambiental, afetando os mais pobres. A tecnologia desemprega os mais vulneráveis e a legislação precariza o trabalho e desprotege o trabalhador.

A luta contra a desigualdade precisa ganhar importância e mobilizar os trabalhadores pela distribuição justa e igualitária de renda.