FIQUE SÓCIO!
Jorge Nazareno
COMPARTILHAR

Saúde e segurança no trabalho é um direito

Por Jorge Nazareno - Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região 16 jul 2019

Num país com indicadores alarmantes de acidentes e doenças do trabalho, torna-se necessário a todo momento reforçar que saúde e segurança no local de trabalho é um direito de todo trabalhador. Segundo o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho do MPT (Ministério Público do Trabalho), entre 2012 e 2018, ocorreram 4,5 milhões de acidentes de trabalho no Brasil, representando um acidente a cada 49 segundos, com mais de 16 mil mortes no período e 38.183 amputações.

A intenção de reduzir as NRs e as tentativas de enfraquecer as convenções coletivas produzirão um efeito ainda mais danoso, comprometendo inclusive os sistemas de saúde e previdenciário.

A precarização do trabalho, iniciada com a reforma trabalhista e com a terceirização da atividade-fim, dá sinais preocupantes de seu aprofundamento com uma possível aprovação da reforma da Previdência e, agora, surge mais uma grande ameaça a “Lei da Liberdade Econômica”, também em tramitação no Congresso.

Em sua esteira, pretende-se endurecer/diminuir ainda mais os direitos dos trabalhadores, alterando mais uma vez a CLT. Pretendem, inclusive, tonar o trabalho aos finais de semana e aos feriados como jornada comum. Para variar, ainda vão tentar enfraquecer as Cipas, dispensando sua obrigatoriedade em determinados casos.

Por todos estes ataques, por todo este descaso com os direitos dos trabalhadores, os quais incluem a saúde e segurança, o nosso Sindicato mantem firme a luta, a missão de defender a nossa categoria, de mobilizar os trabalhadores para reforçar esta batalha, que ganha força em cada assembleia e encontro. Por isso, participe do encerramento do Ciclo de Debates, que acontece nesta quinta-feira, 18, na sede.