FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Para Paim, acordo individual em MP é uma forma de ‘massacrar’ o trabalhador

Por Auris Sousa | 02 jun 2020

O senador Paulo Paim (PT-RS) disse que o acordo individual previsto na MP (Medida Provisória) 936 “é uma forma de massacrar o trabalhador.” Contudo, Paim elogiou as mudanças feitas pelo relator da medida na Câmara dos Deputados. As avaliações foram feitas durante debate virtual que marcou na segunda-feira, 1, os 10 anos de fundação da Fitmetal, federação interestadual de metalúrgicos, vinculada à CTB. 

Paulo Paim fez críticas ao texto da MP 936 original do governo

A principal preocupação de Paim em relação a medida mas mostrou preocupação com está no conteúdo da proposta original do governo.

“Uma das coisas que me deixa indignado é essa história do acordo individual”, afirmou o senador, referindo-se à possibilidade de redução de jornada e salário por meio de “acordo” direto com o empregador, como permite a medida provisória.

Para ele, “é uma forma de massacrar o trabalhador.” Durante o evento, paim também lamenta os ataques de setores “atrasados” ao movimento sindical, que “cumpre papel fundamental na relação empregado-empregador”. [Fonte: Rede Brasil Atual – Foto: Agência Senado]