FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Prazo de 30 anos para reclamar FGTS atrasado acaba em novembro

Por Cristiane Alves | 21 ago 2018

O prazo para que o trabalhador possa reclamar depósitos em atraso do FGTS irá mudar de 30 anos para 5 anos, a partir de 14 de novembro. Por isso, o Sindicato alerta aos companheiros que verifiquem seus extratos o quanto antes. Se houver atrasos de depósito superiores a cinco anos, é preciso correr para garantir que a Justiça leve em consideração todo o período da dívida.

É possível acompanhar os depósitos pelo aplicativo FGTS, disponibilizado pela Caixa.

Um exemplo é o caso dos trabalhadores da Feva, de Cotia, o Sindicato entrou na Justiça para reclamar os 12 anos de atraso nos depósitos de FGTS. Se a denúncia dos trabalhadores tivesse ocorrido a partir de novembro, isso não seria mais possível. Situação semelhante enfrentam os trabalhadores da ADI.

Tudo isso porque em 2014, a maioria dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) acompanhou o voto de Gilmar Mendes, que derrubou o prazo de 30 anos para reclamações. A decisão foi de que o prazo seria de 5 anos, o mesmo dado a outras reclamações trabalhistas.

Procure os diretores, sede/ subsedes ou denuncie pelo Whatsapp Sindmetal (11) 96078-0209.