FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Reforma da Previdência dos Militares vai criar impacto de mais de 80 bilhões nos cofres públicos

Por Auris Sousa | 09 out 2019

A reforma da Previdência dos militares custará caro aos cofres públicos. O governo pretendia, em dez anos, economizar quase R$ 100 bilhões com a reforma da aposentadoria dos Militares. No entanto, segundo reportagem do Brasil de Fato, a proposta enviada ao Congresso aumenta o salário das Forças Armadas e tem impacto fiscal de mais de R$ 80 bilhões aos cofres públicos.

A reforma visa aumento salarial das Forças Armadas e tem impacto fiscal de 86 bilhões de reais ao Governo Federal

De acordo com Patrícia Pelatieri, coordenadora executiva de pesquisas do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), a proposta feita para os militares vai, na verdade, na contramão da proposta que é feita para o restante da população. “No caso da população, retira-se direitos e para os Militares está se propondo uma revisão da carreira”, explicou.

Segundo Patrícia, eles estão fazendo uma troca para um aumento pequeno do tempo mínimo de serviço de 30 para 35 anos e um aumento pequeno da alíquota de contribuição de 7.5 para 10.5. “Mas, em compensação, propõem uma revisão em toda a carreira que aumenta, e muito, os gastos do governo com os militares. Mais preocupante ainda, é que os próprios Militares estão reclamando de que essa proposta só beneficia a alta cúpula das Forças Armadas. Portanto, é uma proposta que não resolve o problema de estruturação de carreira dos militares e não contribui em nada, para a economia proposta que o Governo diz ser tão necessária”, ressaltou durante entrevista à Rádio Brasil Atual. [Foto: Agência Brasil] 

Leia também: