FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Reunião na Coordigualdade resulta em seminário pelo fortalecimento da inclusão

Por Auris Sousa | 21 ago 2019

“O momento está demandando uma atenção especial em defesa dos direitos”, foi com esta frase que a Valdirene de Assis, Coordenadora Nacional da Coordigualdade, abriu a reunião que aconteceu na segunda-feira, 19, no MPT (Ministério Público do Trabalho), em São Paulo com o Espaço da Cidadania e seus parceiros pela inclusão.

Parceiros do Espaço da Cidadania pela inclusão participaram de reunião na Coordigualdade para fortalecer a luta das pessoas com deficiência

Durante o encontro ficou nítido preocupação do grupo de defender a Lei de Cotas e de avançar na luta pela inclusão, para isto decidiram organizar um seminário em defesa dos direitos das pessoas com deficiência. Para acertar os detalhes, uma comissão formada por nove integrantes que representam as entidades sindicais, o governo, as empresas e as pessoas com deficiência.

“Este encontro mostra a boa vontade que temos e a vontade de somar esforços e encontrar soluções para os desafios que a gente enxerga hoje”, destacou a Procuradora Valdirene.

A liberação da terceirização em todas as atividades é um dos obstáculos que ela apontou para a contratação de trabalhadores com deficiências. Isso porque uma empresa pode contratar várias empresas menores, e com isso teremos uma perda considerável do número total de trabalhadores, fato que compromete a Le de Cotas. “Precisamos alinhar estratégias de fortalecimento dos trabalhadores”, enfatizou Valdirene.

O coordenador do Espaço da Cidadania e diretor do Sindicato, Carlos Aparício Clemente, comunga da mesma opinião: “Temos que lutar contra as barreiras e retrocessos, a luta pela inclusão tem que continuar, a defesa dos direitos das pessoas com deficiência tem que ser reforçada”. Para ele o encontro foi produtivo: “Teve a participação de 34 pessoas, ligadas a diferentes frentes da sociedade. Isso mostra o quanto o seminário será importante”.

Encontro resultou em seminário previsto para acontecer até início de outubro

Leia também: