FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Sindicalistas reivindicam memorial às vítimas do amianto

Por Auris Sousa | 12 jul 2017

O movimento sindical reivindicou ao executivo municipal a construção de memorial às vítimas do amianto em Osasco. A reivindicação foi feita por meio de um manifesto entregue nesta quarta-feira, 12, ao secretário Gelso de Lima, durante reunião com a participação de diretores do Sindicato, dirigentes sindicais de diversas categorias, e representantes de entidades.

O grupo vê no memorial uma forma de expressar uma homenagem às vítimas, “ajudando na erradicação desse produto nos países que ainda o permitem, uma vez que mais de 70 nações já baniram na extração, produção, comercialização e utilização de todos os tipos de amianto.”

Eliezer da Abrea entrega manifesto para secretário Gelso

De acordo com o manifesto, já existe um projeto em tramitação na prefeitura para a implantação do memorial. Por isso os dirigentes solicitam, no documento, que a construção aconteça, sem demora.

Unidade – Durante o encontro, os dirigentes também mostraram indignação com a aprovação da reforma trabalhista pelo Senado, na noite de terça-feira, 11. Também concluíram que a unidade será o melhor caminho para a luta contra os retrocessos. Para isso apostam na criação de um Fórum Social Econômico para que diversos temas de interesse da sociedade sejam discutidos.

Esta e outras iniciativas propostas pelo movimento sindical de Osasco serão temas de reunião com o prefeito da cidade Rogério Lins em 20 de julho. O diretor do Sindicato, Carlos Aparício Clemente, lembrou que assuntos relacionados ao Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) também devem ser pauta do encontro com Lins. “O prefeito deve garantir autoridade sanitária para os membros do Cerest. Isso vai fazer que outros municípios abrangidos pelo Cerest façam o mesmo”, enfatizou ele, que disse que São Paulo já faz isso.

Clemente aproveitou a oportunidade e sugeriu a criação de uma secretaria da pessoa com deficiência na cidade. Também convidou os dirigentes para participar de encontro no Dieese em 29 de agosto, no qual será tratado prioridades para fortalecer o esforço sindical para a inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho.