FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Sindicato lamenta a morte de Hesio Cordeiro, um dos idealizadores SUS

Por Auris Sousa | 10 nov 2020

A diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região recebeu com pesar a notícia da morte de Hesio de Albuquerque Cordeiro, um dos idealizadores do SUS (Sistema Único de Saúde). Cordeio morreu neste domingo, 8, aos 78 anos, ele sofria de doença degenerativa.

Hesio Cordeiro teve a vida marcada na luta pela saúde gratuita e universal

Hesio Cordeiro ficou conhecido por sua carreira dedicada à saúde pública. Comprometeu-se a lutar pelo direto à saúde gratuita e universal. Em 1971, liderou um grupo de médicos e sanitaristas e fundou o IMS (Instituto de Medicina Social) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde lecionou até se aposentar.

Foi o primeiro sanitarista a assumir a presidência do Inamps (Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social). Em 1986, sob a sua coordenação, foi realizada a VIII Conferência Nacional de Saúde, consagrando as ideias defendidas pela reforma sanitária e que vieram a constituir princípios fundamentais do SUS: saúde como dever do Estado, universalização e integralidade na assistência à população, sistema único, descentralização, participação e controle dos serviços de saúde por seus usuários. 

A diretoria do Sindicato se solidariza com familiares e amigos de Cordeiro, e lamenta profundamente a grande perda para a saúde do nosso Brasil. Além disso, reforça o compromisso de defender uma das melhores heranças deixadas por Hesio de Albuquerque Cordeiro: o SUS.

Leia também:

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #17