FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Sindicato lamenta a morte de Maradona

Por Auris Sousa | 25 nov 2020

É com profundo pesar que a diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região recebeu a notícia da morte de Maradona, o maior jogador da história do futebol argentino. Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira, 25, aos 60 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Diretoria recebe com pesar notícia da morte de Maradona

Conhecido como um dos maiores jogadores da história do futebol mundial, ao lado de Pelé, o craque argentino começou a sua carreira no Argentinos Juniors, em 1976. Sua última partida oficial foi contra o River Plate em 1997, quando jogava pelo Boca Juniors.

Maradona foi um verdadeiro craque dentro dos gramados e deixa um grande legado tanto como jogador, como cidadão. Se nos gramados fez grandes dribles e marcou grandes gols, fora deles, foi exemplo com seu compromisso social, ao defender um mundo mais justo e igualitário para todos.

A diretoria do Sindicato se solidariza com a dor dos familiares e amigos de Maradona, e reforça o compromisso de manter forte a luta por um mundo mais justo para todos!

Leia também:

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #Retro 2020