FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Sindicato recebe Prêmio de Direitos Humanos da Alesp

Por Auris Sousa | 12 dez 2018

O Sindicato recebeu o 21º Prêmio Santo Dias de Direitos Humanos, na última segunda-feira, 10, durante evento na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). A entidade foi indicada pelo deputado Marcos Martins (PT), como um reconhecimento à sua luta em defesa dos trabalhadores, e da democracia ao longo dos últimos 55 anos.

“É uma honra receber uma premiação como esta, que reconhece o nosso trabalho na luta pelos direitos humanos, na luta por um país mais igualitário e justo para todos”, enfatiza o presidente do Sindicato, Jorge Nazareno.

Presidente, Jorge Nazareno, recebe prêmio Santo Dias de Direitos Humanos das mãos do deputado Marcos Martins

Para o deputado Marcos Martins, a homenagem ao Sindicato é mais do que merecida, pois a entidade sempre lutou pelos trabalhadores, pelos direitos humanos e pela democracia. Neste ano, por exemplo, lembramos os 50 anos da Greve da Cobrasma (1968), marco histórico da luta contra a ditadura militar, em que o Sindicato teve uma atuação forte contra a repressão.

Além do Sindicato, o Prêmio será entregue ao líder do MST, João Pedro Stedile, ao ex-ministro Paulo Sergio Pinheiro, ao poeta Sérgio Vaz, dentre outros.

Direitos Humanos – Além de homenagear representantes, entidades e instituições que atuam em prol dos direitos da população, a Alesp celebrou os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, redigida pela ONU (Organização Nacional das Nações Unidas).

“Estamos aqui destacando a luta pelos direitos humanos na cidade de São Paulo e reconhecendo a ação, o trabalho e a dedicação desses que lutam permanentemente em defesa da dignidade humana e da vida”, explicou Carlos Bezerra Jr. O deputado é o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, da Cidadania, da Participação e das Questões Sociais (CDD) da Alesp.

Metalúrgicos prestigiaram premiação na Alesp

Santo Dias – Promovido todos os anos pela Comissão de Direitos Humanos da ALESP, o evento de premiação homenageia o operário metalúrgico Santo Dias, assassinado em 1979 enquanto ajudava a organizar uma greve em Santo Amaro. Além disso, a premiação deste ano é especial por acontecer no aniversário de 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. A criação desse documento, assinado pelos membros da ONU em 1948 (inclusive o Brasil), foi fortemente motivada pelas atrocidades cometidas pelos nazistas e seus aliados durante a 2ª Guerra Mundial e visa impedir que os horrores daquela época voltem a acontecer.

Leia também: