FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Sindicatos da região protestam em frente à agência do INSS

Por Auris Sousa | 14 fev 2020

Dirigentes sindicais de diversas categorias da região de Osasco se reuniram nesta sexta-feira, 14, por volta das 8h, em frente à agência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de Osasco e protestaram contra o desmonte da Seguridade Social. O ato faz parte do calendário de lutas das centrais sindicais.

Movimento sindical da região de Osasco mais uma vez uniu forças para defender os interesses dos trabalhadores

Durante o ato, o movimento sindical alertou a população sobre o caos no INSS e a má gestão do governo federal. Bem como as consequências da política de sucateamento adotada pelo governo, que, entre outros pontos, não repõe os funcionários que se aposentam.

Conclusão: o instituto vem perdendo a capacidade de analisar e atender pedidos, como aposentadoria, auxílio-doença e salário-maternidade. Já são 2 milhões de brasileiros na fila aguardando análise de pedidos.

Caos INSS

Gilberto Almazan destacou a má gestão do governo levado ao caos a Previdência Social

“Estamos aqui para denunciar falta de gestão e de compromisso do governo com a população levando ao caos a Previdência Social, sem que os trabalhadores consigam dar entrada nos benefícios”, destacou o secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, Gilberto Almazan.

De acordo com Almazan, o Sindicato tem recebido denúncias de trabalhadores que tiveram seu benefício cancelado. “Muitos que tinham aposentadoria por invalidez estão tendo alta, sem nenhum tipo de critério médico, mas simplesmente por dados econômicos, para economizar e não pagar os trabalhadores”, avalia.

Para o presidente do Cissor (Conselho Intersindical de Saúde de Osasco e Região), José Elias de Gois, o risco é que o caos no INSS possa ser visto também nos demais órgãos públicos.

“Temos um governo que tem proposta de retirar direitos sociais e não podemos permitir que este desmonte aconteça em nosso país. Levamos muitos anos para construir direitos e benefícios para a sociedade. Por isso temos que nos organizar contra os desmandos deste governo que tem trazido só precariedade a vida do trabalhador brasileiro”, enfatizou.

Leia também: