FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Só a luta muda a vida

Por Felipe | 24 maio 2018

Há uma frase antiga e ainda muito verdadeira que traduz perfeitamente a luta da categoria metalúrgica: só a luta muda a vida. Os direitos conquistados ao longo das décadas foram garantidos com muito esforço, fábrica por fábrica – e ainda mais é necessário para mantê-los. Foi justamente essa coragem que permitiu a vitória das operárias da Wap Molas há 29 anos. 

Trabalhadora da Wap assina documentos que regularizam sua situação

Na década de 1980, a Wap – então estabelecida em Carapicuíba – crescia a passos largos, devido ao trabalho muito bem feito dos operários. A empresa, no entanto, cometeu tropeços e em certos momentos falhou em dar a devida importância para seus operários. Em 1985 a empresa foi denunciada por manter fabriquetas irregulares e improvisadas, nas quais os funcionários trabalhavam em condições longe das ideais.

Quatro anos depois, nova denúncia: operárias estavam sendo terceirizadas para trabalhar na produção, o que não é permitido pela nossa Convenção Coletiva. O Sindicato, prestando o apoio que sempre deu aos metalúrgicos, prontamente interviu para regularizar a situação. O resultado, como vemos nas fotografias, foi a conquista da assinatura da Carteira de Trabalho, que é direito de todo trabalhador.

A fábrica foi capaz de adquirir um novo terreno em Barueri e, com mais espaço, pôde crescer mais.  Mas os operários nunca esqueceram que o respeito que têm não veio de graça, e sim através de muita luta. Os metalúrgicos são os verdadeiros responsáveis pelo lucro e crescimento das fábricas, já que a produção não aconteceria sem eles. Esse poder, no entanto, só existe quando estamos unidos. Portanto, é bom que nunca esqueçamos: chegamos até aqui juntos e nada pode nos parar se continuarmos assim.