FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Após pressão dos trabalhadores, Budai/Nyaço se compromete a regularizar pagamento

Por Auris Sousa | 19 maio 2021

Depois de dois dias em greve, os companheiros da Budai/Nyaço conquistaram o compromisso da empresa de regularizar os pagamentos em atraso. Após avaliar a proposta da empresa, em assembleia realizada nesta quarta-feira, 19, os trabalhadores suspenderam a paralisação e retornaram ao trabalho.

Companheiros da Budai/Nyalo saem vitoriosos de greve

Além de regularizar os pagamentos que estão atrasados, a empresa se prontificou a respeitar os das datas futuras.

Greve durou dois dias contra atraso nos pagamentos

“A coragem, disposição e organização trabalhadores e trabalhadoras fizeram a empresa assumir o compromisso de quitação dos salários, décimo terceiro, férias e PLR em atraso, através de acordo que será homologado no tribunal regional do trabalho”, explica o diretor do Sindicato Sertorio.

Unidade dos trabalhadores fortaleceu as negociações

A mobilização dos trabalhadores foi intensificada na segunda-feira, 17, quando a greve foi iniciada. Cansados de esperar, os companheiros encontraram na paralisação a melhorar saída para ter seus direitos respeitados. “A decisão dos trabalhadores foi positiva, e a mobilização vitoriosa”, avalia o líder sindical Manguinha.

Empresa se comprometeu a regularizar os pagamentos e a não mais atrasar os salários

Para o diretor do Sindicato Izaias, “a mobilização es últimas dias mostra a nossa força e que com união a gente pode avançar cada vez mais. Da mesma forma que a empresa exige mão de obra qualificada, a gente exige que nossos direitos sejam respeitados.”

Leia também:

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #13

Tradutor - Translator -Un Traductor