FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Metalúrgicos celebram 58 anos do Sindicato com assembleias e Live Comemorativa

Por Auris Sousa | 26 jul 2021

Os metalúrgicos de Osasco e região vivem um importante momento de celebração: os 58 anos do Sindicato, celebrado em 23 de julho. Já são duas semanas de comemorações realizadas da forma que a diretoria gosta: com assembleias nas portas das fábricas e ato político, por meio de uma Live Comemorativa.

Seguindo o protocolo de saúde, pequeno grupo se reuniu na sede para acompanhar a Live de perto

Na base, a diretoria tem destacado em todas as assembleias as quase seis décadas do Sindicato. Para reforçar o momento, na quinta-feira, 22, a diretoria se reuniu com lideranças importantes da greve de 68, em frente a Meritor, para lembrar os 53 anos da grande greve, em Osasco, e os 58 anos do Sindicato.

Assembleia na Meritor marca 53 anos da greve de Osasco (1968) e os 58 anos do Sindicato

No dia seguinte, na sexta-feira, 23, os dois momentos foram destacados num vídeo transmitido durante a Live Comemorativa dos 58 anos. Transmitida pelo Facebook da entidade, e replicada na página de dez parceiros, a Live também reuniu um grupo de companheiros e companheiras na sede para celebrar esta data tão importante para a classe trabalhadora.

Presidente do Sindicato, Gilberto Almazan, destacou a força da mobilização

Isso porque são quase seis décadas marcados por uma história dedicada à defesa dos interesses dos trabalhadores, dentro e fora das fábricas, num esforço contínuo. Trajetória de luta que foi resumida pelo presidente do Sindicato, Gilberto Almazan, que também destacou os problemas atuais, como os ataques aos direitos dos trabalhadores, a pandemia da covid-19, doenças e acidentes relacionados ao trabalho. Além disso, reforçou a importância de manter a unidade.

“A gente vai ter que utilizar das ‘armas’ que a gente já tem: a mobilização. Temos que olhar para a nossa história, fortalecer o movimento, se organizar no local de trabalho, fazer a formação da categoria. Junto disso, fortalecer a unidade entre as entidades para que possamos avançar com as nossas bandeiras de luta”, avalia Almazan.

Passado e Presente

Samuel fez um resgate histórico e destacou qualificação da luta da classe trabalhadora

Durante a Live, Samuel de Souza, professor da Escola Dieese, compartilhou com os participantes o papel que os sindicatos tiveram e têm na organização da classe trabalhadora para combater os ataques e desafios. Para isso, mostrou as semelhanças entre as dificuldades da classe trabalhadora encontradas no passado e no presente, e destacou a atuação da classe trabalhadora.

“A gente vê um crescente processo de sofisticação da qualidade da luta e o aumento da capacidade da luta da classe trabalhadora, nos últimos 120 anos. Se a gente observar ao longo do tempo, a respeito destes momentos de destruição das organizações da classe trabalhadora, como aconteceu em 1930, em 1964, nós percebemos que estes ataques que a classe trabalhadora vem sofrendo, principalmente após o golpe de 2016, ele é um movimento de contração e de tentativa de destruição das instituições da classe trabalhadora”, disse.

Ao final de sua fala, Samuel reforçou a importância de celebrar os 58 anos de luta: “Quando a gente celebra o aniversário de uma instituição de classe, a gente está celebrando também a consciência de classe. Então, parabéns ao Sindicato, e muitos anos pela frente para gente poder celebrar”.

 

História reconhecida

Desde a semana passada, o Sindicato recebeu mensagens de felicitações de diversas lideranças sindicais e políticas que valorizam o histórico de luta da entidade desde sus fundação. Além dos ex-presidentes vivos da entidade (Antonio Toschi, Claudio Magrão e Jorge Nazareno), nomes como, Eliseu Costa, da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, Miguel Torres, presidente da Força Sindical e da CNTM, Paulo Cayres, presidente da CNM, Guilherme Boulos, coordenador do MTST, Ciro Gomes, entre outros.

Mediada pelo secretário-geral do Sindicato, João Batista, a Live também contou com mensagens de diretores do Sindicato que reforçam a importância destes 58 anos de luta.

Assista a Live completa:

Reveja um pouco dos 50 anos do Sindicato 

Reveja mensagem dos ex-presidentes do Sindicato:

Antônio Toschi 

Claudio Magrão 

Jorge Nazareno 

Leia também:

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #17

Tradutor - Translator -Un Traductor