FIQUE SÓCIO!
Press Releases
COMPARTILHAR

Metalúrgicos podem parar a partir do dia 1º

Por Auris Sousa | 24 out 2012

TAGS

Cerca de 5 mil metalúrgicos amanheceram esta quarta-feira, 24, em assembleias nas portas das principais empresas de Osasco para cobrar proposta de aumento real por parte dos grupos patronais.

As manifestações foram organizadas pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região. Entre os trabalhadores mobilizados estão os da Meritor, Belgo, Mecano Fabril, Metalsa e Etna Steel.

Os trabalhadores deram até o dia 1º de novembro (data-base da categoria) para que os empresários façam uma proposta satisfatória que contemple aumento real. Até o momento, a categoria permanece sem avanços nas negociações com os grupos patronais. Se isso persistir, podem iniciar um processo de greves por empresas. Essa decisão deverá ser tomada no sábado, 27, quando os metalúrgicos da região de Osasco se reúnem na sede do Sindicato, às 10h.

Série de protestos – As manifestações de hoje são parte de um conjunto que acontece desde a semana passada nas fábricas situadas nos 12 municípios da base territorial do Sindicato. Amanhã, é a vez dos metalúrgicos da região de Jandira.

Campanha Unificada – Os metalúrgicos de Osasco e região participam da Campanha Salarial Unificada, organizada pela Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, que representa cerca de 800 mil trabalhadores.

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #13

Tradutor - Translator -Un Traductor