FIQUE SÓCIO!
Notícias
COMPARTILHAR

Salário mínimo em março deveria ser R$ 5.315,74, diz Dieese

Por Auris Sousa | 09 abr 2021

Estudo do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), divulgado nesta quinta-feira, 8, mostra que o salário mínimo de uma família composta por dois adultos e duas crianças deveria ter sido de R$ 5.315,74 em março. Neste ano, o piso nacional está em R$ 1.100.

“Mensalmente, o DIEESE estima o valor do salário mínimo necessário com base na cesta mais cara e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência”, explica o Dieese.

Diante do salário mínimo de 2021, que foi fixado em R$ 1.100, o proposto pelo estudo da Dieese é quase cinco vezes maior do que o atual

O valor do salário mínimo ideal foi calculado tendo como base o preço da cesta básica mais cara do país, que, no mês de março, foi a de Florianópolis. O conjunto de alimentos básicos custava R$ 632,75 na capital de Santa Catarina. O qual, inclusive, é superior ao valor do auxílio emergencial deste ano pode variar entre R$ 150, R$ 250 ou R$ 375.

De acordo com a pesquisa, entre fevereiro e março de 2021, o custo médio da cesta básica de alimentos diminuiu em 12 cidades e aumentou em outras cinco. Em 12 meses, porém, o preço da cesta básica teve aumento em todas as capitais pesquisadas. As cidades da região Sul acumularam as maiores taxas.

Leia também:

Jornal Visão Trabalhista EDIÇÃO #07

Tradutor - Translator -Un Traductor